Culpas de Mãe e Como Lidar

Todas as mães, de todos os perfis, experimentam o sentimento de culpa de vez em quando.

Os motivos são os mais diversos: perder a paciência com o filho, não ter podido amamentar, não conseguir proporcionar a ele tudo que gostaria, não cozinhar todo dia, deixar o filho aos cuidados de outra pessoa enquanto trabalha, deixá-lo assistir filminhos e utilizar aparelhos eletrônicos para distraí-lo para poder fazer outras coisas, etc.

A culpa, em certa medida, pode ser útil, pois pode trazer reflexão e busca de equilíbrio, mas é importante não perder o controle, pois ela também aprisiona e paralisa.

Temos que ter em mente que não é possível dar conta de tudo sempre. Às vezes, temos que priorizar o trabalho, em outros momentos a família, em outros os estudos, etc. E assim vamos equilibrando as responsabilidades.

Em alguns momentos as coisas fogem do nosso alcance e não há o que possamos fazer, como no caso de não ter podido amamentar, por exemplo. É fundamental reconhecer que houve um esforço, mas que as possibilidades se esgotaram, mas que isso não faz de você uma mãe pior ou melhor, é uma complexidade de coisas que entram na relação mãe-filho, não apenas um fator ou outro.

Quando a culpa passa de uma medida saudável, ajuda profissional se faz necessária, pois uma mãe que não está bem consigo mesma, dificilmente conseguirá estar bem para manter uma relação saudável com seu filho.

Voltar