simbolo da psicologa
Fernanda Soibelman Kilinski - psicóloga


Psicossomática - Quando o corpo fala o que o paciente cala

Não é raro encontrarmos pacientes com crenças e pensamentos disfuncionais que acabam gerando sintomas físicos. São as chamadas doenças psicossomáticas. É possível também que a pessoa acabe desenvolvendo doenças as quais já possuía uma predisposição. Qualquer parte do corpo pode ser afetada por uma doença psicossomática.

Apesar da origem psicológica, a doença física realmente existe e deve ser tratada em conjunto com um psicólogo e um médico convencional.

A diferença de uma doença psicossomática e uma somatização é que na somatização os sintomas físicos existem, mas não há doença orgânica. A causa dos sintomas é emocional. Num ataque de pânico, por exemplo, o indivíduo apresenta todos os sintomas de um ataque cardíaco, mas os exames clínicos não apontam cardiopatia. Já na doença psicossomática a pessoa pode apresentar uma queda do sistema imunológico e desenvolver herpes, por exemplo, que pode ser observada em exames clínicos.

Estas doenças devem ser tratadas com extrema seriedade, pois prejudicam consideravelmente a vida de quem é atingido, limitando suas funções sociais, profissionais e afetivas.

A psicologia nos mostra que, se a mente tem o poder de produzir algo danoso, também pode revertê-lo. Não se trata de poder paranormal, e sim da nossa capacidade involuntária de influenciar nosso corpo.

Voltar



Consultório localizado no Bairro Petrópolis em Porto Alegre
Rua Prof. Langendonck 57, sala 502 Petrópolis, Porto Alegre - RS - Fone: (51) 99636-2919*
* caso esteja em consulta retorno a ligação em seguida
fsoibelman@gmail.com