A Delicada Relação entre Mãe e Filha

É através da nossa mãe que definimos nossa concepção do que é ser mulher. A mãe é a primeira fonte que temos de afeto e cuidados. Todos temos necessidade de ser vistos pela mãe e buscarmos sua aprovação, é assim que somos “programados” biologicamente.

Por mais distante que a relação com sua mãe seja e mesmo que você não seja mãe, sempre leva dentro de si o que chamamos de “mãe interna”, que é a imagem que você fez dela, uma parte do que ficou da relação de vocês. Se foi uma relação positiva, esses ensinamentos de como se relacionar com seu corpo, emoções e relacionamentos serão sempre um guia em sua vida.

Se essa mãe foi negligente, controladora, emocionalmente instável, ciumenta, etc., os reflexos serão sentidos e essa influência permanecerá ao longo da vida.

Quando nos damos a oportunidade de refletir e compreender essa relação, podemos nos curar e melhorar a relação que temos com nós mesmas e com os outros. É necessários identificar quais as partes dessa maternagem que foram falhas para que possamos progredir como mulheres e seres humanos.

Voltar