simbolo da psicologa
Fernanda Soibelman Kilinski - psicóloga


Relacionamentos Tóxicos

Os relacionamentos tóxicos são mais comuns do que se imagina. São relações que acabam fazendo mais mal do que bem, a doença toma conta e, aos poucos, vai minando a autoestima, fazendo com que enxerguemos o outro como nosso salvador, nos fazendo assumir o papel de vítima.

Há uma idealização no primeiro momento, depois desvalorização e descarte. Esse tipo de relação é muito comum quando a parte manipuladora é um sociopata narcisista ou antissocial.

Se você se sente assim com seu parceiro, tome cuidado, pode estar em um relacionamento extremamente insalubre:

  • Ele te desvaloriza
  • Não respeita regras e combinações feitas entre vocês
  • Te causa mal estar
  • Te ofende com regularidade
  • Não respeita suas necessidades
  • Tem atitudes grosseiras e mesquinhas
  • Tem ações egoistas e impulsivas

Muitas pessoas se envolvem (e até buscam inconscientemente) em relacionamentos assim por baixa autoestima, dificuldade de dizer não e se impor, submissão, dificuldade de entender e respeitar os próprios limites, por não conhecer a si mesmo, medo da solidão, etc.

O agressor normalmente é uma pessoa dominadora que, muitas vezes, reproduz o que viveu na infância.

Para mudar se faz necessária a ajuda de um profissional, desta forma, no futuro, evitará cair em novas armadilhas.

Voltar



Consultório localizado no Bairro Petrópolis em Porto Alegre
Rua Prof. Langendonck 57, sala 502 Petrópolis, Porto Alegre - RS - Fone: (51) 99636-2919*
* caso esteja em consulta retorno a ligação em seguida
fsoibelman@gmail.com