simbolo da psicologa
Fernanda Soibelman Kilinski - psicóloga


Transtornos Alimentares

Desde a primeira mamada de um bebê, o alimento está associado a cuidado, carinho, cessação de um desconforto.

Os distúrbios alimentares (anorexia nervosa, obesidade ou bulimia) são uma tentativa de resolução de conflitos internos comumente associados à busca por algo, por exemplo, o preenchimento de um vazio interior, um afeto inatingível, sensações primitivas de contato com a mãe (segurança, confiança, etc.). Sensações estas deslocadas para o alimento.

A comida também pode representar emoções negativas, tais como raiva, culpa, frustrações... O indivíduo usa o alimento para compensar estes desafetos e o corpo vira um instrumento desta “vingança”. O distúrbio alimentar também pode estar ligado a uma negação da sexualidade, visto que tanto na magreza quanto na obesidade, as características femininas ficam suprimidas.

Se não tratados, os distúrbios alimentares podem levar a desnutrição, parada cardíaca e morte, entre outras consequências.

Não é raro eles virem associados a outros distúrbios como abuso de drogas, depressão, transtorno obsessivo-compulsivo, transtornos de ansiedade, etc. Quem sofre destes transtornos tende a negar que tem algum problema ou, apesar de saber, tem vergonha de admitir e escondem os sintomas das pessoas próximas. Por isto é importante ressaltar que quanto mais cedo se der o diagnóstico e tratamento da doença, melhor será seu prognóstico.

É de extrema importância o apoio da família e pessoas próximas para o sucesso do tratamento.

Voltar



Consultório localizado no Bairro Petrópolis em Porto Alegre
Rua Prof. Langendonck 57, sala 502 Petrópolis, Porto Alegre - RS - Fone: (51) 99636-2919*
* caso esteja em consulta retorno a ligação em seguida
fsoibelman@gmail.com