simbolo da psicologa
Fernanda Soibelman Kilinski - psicóloga


Uso de Medicação - Quando se Torna um Problema

O abuso de psicotrópicos é uma realidade inegável nos dias atuais, assim como a prescrição excessiva de ansiolíticos e antidepressivos (entre outros medicamentos) por partes dos médicos.

Diante disto, podemos nos perguntar: queremos que nosso sofrimento psíquico deixe de ser um problema subjetivo para virar um problema médico? Estamos pedindo que o antidepressivo atue em nosso mal-estar como se fosse uma disfunção corporal?

Muitas pessoas procuram um psiquiatra por desejar mudar seu humor, seu jeito de ser, e não por estarem realmente doentes. E muitos profissionais tem dificuldade em diferenciar uma depressão, por exemplo, de uma baixa no humor normal da vida. É necessário ter em mente que os medicamentos possuem efeitos colaterais, muitos causam dependência e o mais importante: não tem o poder de curar em se tratando de sofrimentos psíquicos.

Ao contrário de uma doença orgânica, que pode ser curada com uso de medicação, os sofrimentos psíquicos não são curados através de remédios. Eles servem apenas para amenizar os sintomas. A cura vem apenas através de uma psicoterapia, onde se pode compreender os motivos inconscientes que levam aos comportamentos e pensamentos disfuncionais e, desta forma, modificá-los. Quem se trata apenas com medicação, está mascarando os sintomas e não tratando a causa.

É claro que nos casos mais graves a medicação é uma importante aliada, porém não descarta o papel da psicoterapia. Deve ser feito um trabalho conjunto psicólogo- psiquiatra.

Voltar



Consultório localizado no Bairro Petrópolis em Porto Alegre
Rua Prof. Langendonck 57, sala 502 Petrópolis, Porto Alegre - RS - Fone: (51) 99636-2919*
* caso esteja em consulta retorno a ligação em seguida
fsoibelman@gmail.com