(51) 9.9636-2919

contato@fernandapsicologa.com.br

Rua Professor Langendonck, 57/502

Petrópolis, Porto Alegre - RS

O ciumento

O ciúme é visto como uma reação à ameaça real ou imaginária que visa eliminar os riscos de perda do objeto de amor. A desconfiança no parceiro nada mais é do que uma projeção da falta de autoconfiança, ou autoestima. A origem disso muito provavelmente é de vivências anteriores dentro da sua família na época da constituição do que chamamos de narcisismo primário. ⠀

Ele pode estar presente em qualquer tipo de relacionamento: amoroso, entre amigos, familiares, etc.

Muitas vezes a linha que divide imaginação, fantasia, crença e certeza pode se tornar nebulosa e imprecisa, fazendo com que uma simples dúvida se transforme em uma ideia supervalorizada e delirante. Como consequência a pessoa é levada à verificação compulsória de suas dúvidas, chegando a atitudes extremas que muitas vezes não aliviam o mal estar da desconfiança.

O ciumento busca no parceiro que ele preencha uma falta que é dele e que, como já sabemos, jamais pode ser preenchida. ⠀

Por isso, obedecer ao ciumento é a pior coisa que se pode fazer por ele, pois ele sempre vai querer mais, uma vez que nem ele sabe exatamente o que quer. ⠀

Não satisfazê-lo pode fazer com que ele reflita e, em vez de buscar uma solução que venha do parceiro, abre-se a possibilidade de buscar uma solução que venha de dentro.

 

 

 

Escrito por:
Fernanda Soibleman Kilinski

CRP: 07-19871 - Porto Alegre - RS

×
Close Bitnami banner
Bitnami